Arquivo mensal: janeiro 2014

Volta às aulas!

Padrão

As aulas do Henrique voltaram nesta segunda!! Iuuuupiiiii!! Não estranhem minha alegria…também não é para menos; desde o dia 22 de dezembro que ele está de férias.Ao final das férias escolares atingi níveis insuportáveis de cansaço.Virei um caco humano, um fiapo de mulher.Podem me crucificar, mas não sou daquelas mães que choram ao se despedir dos filhos, que ficam com o coração na mão ao vê-lo chorar não querendo entrar na creche, que sentem que as seis horas longe deles parecem infinitas e muito menos o tipo de mãe que não sabe o que fazer com as horas vagas.

Bem no começo… quando ele entrou pela primeira vez na creche, com 8 meses, eu confesso que senti um mal estarzinho, uma ausência, um buraco…pensei: Não é possível que seja saudades! e era. Mas também confesso, que com o passar do tempo, isso mudou um pouco (risos). Nesta segundo, quando o deixei lá, saí praticamente saltitando da escola: teria 6 horas totalmente livres, #sóquenão!! Tenho que cuidar do Joaquim e para ajudar, estamos mudando de casa então…aqui estou eu empacotando tudo e trocando fralda, fazendo mamadeira, dando banho etc.

O fato, é que não posso reclamar… está tudo muito bom! Seria bem mais complicado empacotar, com um aprontando todas dentro e casa e o outro chorando! Antes de vocês acharem que sou uma mãe sem coração, a parte que eu mais amo disso tudo é ver a carinha dele, quando vou busca-lo. Pensem numa criança feliz, é ele!! Ama estar na creche, mas quando vê o irmão, a mãe ou o pai…abre aquele sorriso que me derrete toda.

Chego à conclusão de que após a maternidade, e daqui até a eternidade, vamos viver em paradoxo: se estamos com os filhos, estamos cansadas deles, se estamos sem eles, sentimos saudades. Tem remédio para isso doutor? Talvez o único remédio seria não tê-los e, se não os tivéssemos, não o saberíamos e sentiríamos outro tipo de sentimento, o de saudades do que nunca se teve.

Mães reais são seres esquisitíssimos! Concorda?

Brinquedos sustentáveis

Padrão

Estou encantada com uma marca de brinquedos da Alemanha chamada Kidsonroof! Os criadores tiveram a idéia de criar uma linha que juntasse criatividade + imaginação + sustentabilidade e o resultado são brinquedos lindos que as crianças amam e totalmente ecofriendly!

A linha deles vai desde casinhas de bonecas até cabaninhas para as crianças brincarem em formato de foguete, casa etc…

brinquedo4

brinquedo

brinquedo2

brinquedo3

Desfralde

Padrão

Começamos com o ritual de passagem, do Henrique: a retirada das fraldas. Muitas mães que conheço me falaram que tiraram a fralda, de seus filhos, quando eles ainda tinham menos de dois anos. Como toda mãe, adoramos comparar nossos filhos com as dos outros e geramos uma ansiedade boba em nós, além de gerar ansiedade e insegurança nos nossos filhos! O fato, é que busquei a opinião do pediatra e a recomendação foi a seguinte:Esta passagem só poderá acontecer quando se constatar que o esfincteres já podem ser controlados, ou seja, quando as estruturas musculares que regulam a retenção e eliminação das fezes e urina já estejam prontas. Isto ocorre por volta dos dois anos (em média), quando a criança já anda e fala. Momento este em que deverá entender a linguagem dos adultos e saber manifestar seus desejos, responder comandos, reconhecer o sim e o não e manifestar certa consciência corporal.Outra dica foi começar, no verão, porque aí ele poderia ficar só de cueca ou até mesmo sem, dentro de casa por causa do calor.

O que posso dizer, é que está dando certo. Explicamos sempre, antes de tirar a fralda, que se ele sentir vontade de fazer xixi ou cocô deve falar: mamãe/ papai…xixi/cocô. Nas primeiras vezes ele falava no momento que já estava fazendo risos. Foi xixi no tapete, cocô no chão  e por aí vai..mas esta semana tivemos sucesso. Ele falou o que queria fazer e nós corremos com ele até o vaso sanitário e lá ele fez o seu xixi. Comemoramos muito depois: batemos palma, cantamos, demos parabéns etc.

A minha sogra comprou um troninho para o Henrique, mas ele prefere brincar com ele do que usa-lo da maneira correta. Agora, estou pensando em comprar uma escadinha que vem agarrado um redutor para vaso que você prende no vaso sanitário. Assim ele terá autonomia para subir, quando bem entender. Ainda está longe de tirar a fralda noturna, acredito eu, mas vamos com calma que no fim, tudo dá certo!!

A dica que posso deixar aqui é a seguinte: vão com calma, respeitem o tempo de seus filhos e principalmente, não briguem com eles quando fizerem xixi ou cocô fora do lugar apropriado. Eles não nasceram sabendo, precisam de tempo e da nossa ajuda para isso.Interferir negativamente no momento em que a criança mais precisa se sentir segura para enfrentar tão significativa mudança que é viver sem as fraldas, além de trazer danos, retarda o processo.

Esta tarefa deverá ser assumida de comum acordo entre pais e professores (se for o caso) para obter melhores resultados, em menor tempo. Isto depende de um trabalho conjunto, que respeite os mesmos procedimentos, que deverão ser respeitados tanto na escola quanto em casa.

Como saberemos se ela está pronta para iniciar essa tarefa tão importante?

Primeiramente a criança  avisa que o xixi ou o cocô saiu e nunca que vai sair, pois ainda não tem a percepção e nem a consciência corporal para isso. O fato de avisar já é um sintoma de que tem consciência da atuação dos esfincteres, percepção essa que antes não tinha.

O período preparatório é muito importante, é conveniente motivá-la a livrar-se das fraldas, comprando roupinhas que antes não existiam em seu armário, como calcinhas ou cuequinhas e comprando um peniquinho, que ficará ao seu dispor no banheiro, nunca em outro lugar.

É normal a criança ficar sentada por muito tempo e o xixi não sair, então se levanta e logo em seguida molha as roupas e o chão. É natural, saiu de lá, relaxou, soltou.

Nesse momento, acolha a criança convidando-a a participar da limpeza, pedindo sua ajuda. Essa é uma boa medida, além de ser uma atitude educativa é uma atitude de respeito à criança. Ela jamais deverá associar um ato de alívio e prazer que é a eliminação de excrementos a uma represália, isto pode gerar traumas irreparáveis.

Convide a criança a ir ao banheiro com frequência motivando-a para isso. Não pergunte se ela quer fazer xixi, pois sempre dirá que não, para não interromper suas brincadeiras.

Ao iniciar esse processo, faça a escolha de retirar as fraldas só durante o dia. Para ajudá-la nessa empreitada, retire as fraldas da noite em outra etapa.

Só retire as fraldas durante a noite, quando a criança amanhecer com elas sequinhas por dias seguidos. Durante o sono, a consciência corporal é que vai regular o mecanismo dos esfincteres. Evite dar líquidos antes de dormir e evitará que a criança molhe a cama nesse período de desfralde.

Uma vez retirada as fraldas, jamais volte atrás, recolocando-as para evitar constrangimento ao sair de casa. A decisão tomada deverá ser definitiva. Saia de casa prevenida com uma sacola de roupas, calçados e meias etc…  Voltar atrás nessa decisão deixa a criança confusa e retarda o processo. É preciso uma boa dose de paciência e muita perseverança.

Vale lembrar que nesses primeiros momentos da retirada das fraldas, mesmo os meninos devem fazer xixi sentados, lembrem-se os pais que seu filho é apenas uma criança e isto não compromete sua masculinidade. Só mais tarde os meninos conseguirão fazer isso com segurança sem molhar a superfície ao seu redor.

A duração da maratona varia de criança para criança, mas depende muito da certeza do processo e da eficácia de sua aplicação. A intenção convicta, as informações claras e a ação correta, garantem esta eficácia. Para que se efetive completamente os novos hábitos faz-se necessário aproximadamente seis meses.

Agora, mãos à obra, muita coragem e sabedoria para realizar esta árdua tarefa.  Afinal, educar é um ato de amor.

Shampoo 2 em 1 e Condicionador Vyvedas Baby & Kids

Padrão

shampoo

Estou completamente APAIXONADA pela linha Vyvedas Baby & Kids. A linha completa possui shampoo 2 em 1 que pode ser usado como shampoo e sabonete líquido, condicionador, óleo vegetal e pomada para prevenção de assaduras.

Eu já tinha lido na Vogue Kids sobre esse lançamento, mas nunca vi os produtos para vender nas farmácias ou supermercados que geralmente frequentamos, por isso demorei um pouco para comprar.

shampoo2

O shampoo é transparente e tem uma consistência firme, parecendo um gel. É totalmente livre de Lauril Eter Sulfato de Sódio (Sodium Lauryl Ether Sulfate), que é um detergente sintético muito utilizado em shampoos e que pode irritar os olhos; corantes sintéticos; ingredientes de origem animal; óleo mineral (derivado do petróleo) e parabenos.

Os ingredientes ativos são a Camomila (que tem ação calmante e ajuda a tratar peles sensíveis e diminuir irritações) e a Calêndula (planta medicinal com propriedades regeneradoras, antissépticas e anti-inflamatórias e ótima para tratar peles mais sensíveis). Sua fórmula “sem lágrimas” é hipoalergênica e testada dermatologicamente.

Estamos usando esse shampoo há cerca de um mês. Ele deixa os cabelos bem limpinhos, macios e cheirosos por um bom tempo também. A fragrância, 100% natural de óleos essenciais, é PERFEITA. Tem um cheirinho doce que me lembra morango.

Como sabonete líquido o desempenho foi super aprovado também. Ele não faz muita espuma, justamente por não conter o mesmo Lauril que outros produtos semelhantes têm. Não deixa a pele ressecada e o cheirinho, como eu disse acima, é muito bom.

SUPER APROVADO, aqui em casa!

Manchas na pele causadas pela gravidez

Padrão

Olá mamães, neste post pensei em abordar um tema que afeta diretamente as mães: o tratamento do melasma.

O melasma é uma alteração de pigmentação da pele, de causa ainda não bem esclarecida. Sabemos que existe uma tendência genética e que a exposição ao sol e os hormônios femininos estimulam o surgimento das manchas. Assim, são mais comuns em mulheres que tomam anticoncepcionais e principalmente durante a gestação.

E o que fazer quando a mancha aparece?

Atualmente não existe nenhum tratamento que garanta a cura definitiva do melasma. É muito importante saber disso pois, ainda que a mancha desapareça completamente, o uso diário de filtro solar deverá ser sempre mantido para evitar recidivas.

Segundo minha dermatologista, os melhores tratamentos disponíveis são:

cremes clareadores: devem ser usados com regularidade, geralmente à noite e os resultados aparecem após 1 a 3 meses. Costumam ser eficazes para melasma leve ou que nunca foi tratado e vale lembrar que como muitos contém ácido retinóico ou hidroquinona, não são recomendados durante a gravidez ou amamentação.

 – peelings químicos: são aplicações feitas no consultório com intervalos de 2 a 4 semanas. Provocam uma descamação leve na pele que ajuda a remover células mortas e o pigmento. Em geral são realizadas 3 a 5 sessões.

 – laser fracionado: indicado para manchas resistentes aos cremes e peelings ou para quem busca resultados mais rápidos. O laser tem uma ação mais profunda na remoção do pigmento. A aplicação leva cerca de 20 minutos e a pele fica bem avermelhada e um pouco inchada por 3 a 5 dias. Com 1 sessão já podemos notar melhora.

 – laser spectra: é um outro tipo de laser que deve ser realizado semanalmente. A pele fica levemente avermelhada apenas logo após a aplicação. Para bons resultados são necessárias cerca de 10 sessões.

 Espero que as dicas ajudem e estimulem as mamães a se cuidarem sempre!

Diferença entre suco, néctar e refresco

Padrão

diferenca

Estava explicando para o meu marido, estes dias, a diferença entre suco, néctar e refresco e ele por sua vez, ficou chocado quando notou que o tipo mais comum encontrado nos supermercados não é o suco, mas o néctar de frutas.

A diferença entre eles é vasta. A principal está relacionada ao teor do suco de fruta presente na bebida. O suco, como o próprio nome sugere, é um produto composto por 100% de fruta in natura. Segundo determinação do Ministério da Agricultura, ele não pode conter aromas ou corantes artificiais e a quantidade máxima de açúcar adicionada é de 10% de seu volume.

Existem algumas exceções a essas regras, como, por exemplo, os sucos de frutas tropicais, nos quais a polpa de fruta pode ser diluída em água potável numa proporção mínima de 35 % de polpa, dependendo do sabor. Já o néctar tem uma concentração menor de suco, que varia de 20% a 30% conforme a fruta. E, ao contrário dos sucos, pode receber aditivos, como corantes e conservantes.

O refresco por sua vez, tem um teor ainda menor de polpa de fruta. No caso do refresco de limão, esse percentual é de, no mínimo, 5%; no de maracujá, 6%; e no de maçã, 20%. Do ponto de vista nutricional, o suco é a bebida mais rica dos três, pois contém maiores quantidades de vitaminas e sais minerais. Para que o consumidor saiba exatamente o que está comprando no supermercado.

Para pensar pilotando o carrinho

Veja outros tipos daquilo que chamamos de “suco”

Refresco de fruta

Campeã na concentração de açúcar, tem só 8% de polpa. Equivale a um refrigerante de frutas.

Suco em pó

Deixa a desejar no quesito propriedades nutricionais e tem sódio, não recomendado a hipertensos.

Suco concentrado

Tem menos açúcar que o néctar e é mais barato. Leva corantes, aromatizantes e conservantes.

Suco integral

Alternativa mais cara ao néctar. Não tem conservantes e não é adoçado artificialmente. E vem pronto.