Arquivo mensal: julho 2012

Lembrança – Batizado

Padrão

Imagem

Estas foram as lembranças do batizado: vidros personalizados, escrito: água benta do Henrique. O tema da festa foi de anjo, cujas cores foram nos tons dourado e branco.

Anúncios

Lembrança de batizado para os padrinhos

Padrão

Imagem

Imagem

Olá mamães,

domingo foi o batizado do Henrique, foi emocionante! Foi lindo ver ele super comportado na igreja, sem falar, que ele nem chorou na hora que o padre jogou a água em sua cabeça. Depois, organizamos um almoço no prédio da minha avó.É tão bacana poder contar com os amigos, nestes momentos tão especiais e marcantes de nossas vidas, não é mesmo? Sempre fico radiante nas festas que nossa família organiza, por ver tanta gente presente…ainda mais agora, de poder presenciar o carinho que eles tem com o nosso filho.

Pois bem, neste post vim falar de uma das lembranças que eu encomendei para os padrinhos e que foi um sucesso. O povo enlouqueceu…trata-se de uma caixa, que vem com uma fita de cetim e um terço pendurado, dentro vem quatro doces, chamados de  Dolce Amatos. Até lembra um bem-casado, mas não é.
É um pouco maior, com uma massa um tantinho mais firme, sem deixar de ser macia com delicado sabor de baunilha.
Os recheios podem ser bem variados, mas estes são de doce de leite com nozes. Além disso, os delicados doces são glaçados numa calda levemente cítrica.E a beleza maior fica por conta de uma delicada película que pode ter infinitas possibilidades de imagem e são retocadas a mão. Espero que tenham gostado e se deliciado com as imagens.

Bebês a bordo

Padrão

As restrições de idade são mínimas para um bebê viajar de avião. A TAM permite o embarque de bebês a partir de 8 dias de vida. A maioria dos pediatras aconselha que se espere ao menos que o bebê tenha 1 mês de idade. Converse com o de seus filhos, pois as opiniões variam muito. Se for uma viagem para longe, prefira um voo direto e sem escalas. Conexões em aeroportos tornam a viagem mais cansativa. Até completar 2 anos, a criança paga bem pouco (ou nada) para viajar no colo dos pais.Algumas companhias marítimas não permitem embarque de crianças com menos de 6 meses nos itinerários com mais de dez noites. Já nas viagens de carro é você quem decide quando é melhor hora para começar.

Dica: Quando o bebê ainda mama no peito, a bagagem se limita a roupinhas e fraldas. À medida que ele cresce e começa a comer sólidos e tomar sucos, é necessário levar mamadeiras, pratinhos, copinhos, talheres etc. O número de itens aumenta,mas tente fazer com que tudo caiba em uma única mala de mão.

Babás

Padrão

Fico indignada com as famílias que tem babás e que por isso, nem olham para seus filhos.Acho um absurdo; já ví muitas crianças terem mais afeto pelas babás do que por seus pais, também não é para menos.Em viagens, levar uma babá pode ser uma grande ajuda, principalmente para quem tem vários filhos. Meu filho não tem babá, mas para quem tem…acredito ser importante, que ela se sinta à vontade em ambientes não familiares e situações que fogem da rotina do dia a dia.Senão, em vez de ter alguém para ajudar, você vai acabar tendo mais alguém para cuidar. É importante que seus filhos tenham intimidade com a babá. Lembre-se, porém, de que a viagem é uma grande oportunidade de fortalecer os laços com seus filhos, de conhecê-los melhor e de mostrar coisas diferentes para eles. Procure evitar uma viagem na qual as crianças virem apenas figurantes. Se estiver em uma viagem de negócios, em que seus filhos vão junto para que você possa aproveitar os momentos livres, levar uma babá pode ser uma ótima solução. Também existe a possibilidade de contratar uma profissional no hotel (depois, vou escrever um post falando sobre isso).

Dica: Em viagens internacionais que exijam visto de entrada, você será responsável pela obtenção do visto da babá.

Sair da rotina

Padrão

Segundo muitos especialistas, criar uma rotina é essencial na educação de uma criança: ter horário certo para dormir, para comer e para tomar banho ajuda no processo de aprendizagem e de entendimento da vida. Quando viajamos, parte dessa rotina é quebrada e podemos deixar o nosso filho um pouco confuso. Vou tentar o máximo, recriar essa rotina durante a viagem, tentando é claro me adaptar às circunstâncias do local para onde estou indo. Vou tentar dar banho no mesmo horário, manter o mesmo número de refeições, levar o suco e a fruta que ele goste para os passeios que a gente for fazer.

O ninho

Padrão

A casa de uma criança é o seu ninho. Os cheiros, as texturas das roupas de cama e os sabores familiares fazem com que ela se sinta confortável. Por isso,estou levando um pedacinho desse ninho, fazendo com que ele utilize, na viagem, o mesmo shampoo e o mesmo sabonete que ele usa em casa. E claro, o travesseiro que ele ama e se aconchega todo nele, quando vai dormir.O importante é não procurar fazer mudanças muito grandes nos hábitos de seus filhos, como trocar o leite de um bebê na véspera da viagem, por exemplo.

Dica: Leve o ursinho de pelúcia, o travesseiro, um lençol ou um cobertor que seu filho usa sempre. Lí, em um livro, para não lavar a fronha na véspera da viagem, assim ele terá o cheiro da criança.

Farmácia básica

Padrão

Comprar medicamentos fora de casa pode ser mais complicado. Os horários das farmácias, os pontos de venda e as informações na bula são sempre diferentes. As restrições do que pode ou não pode ser vendido sem receita médica variam de país para país. Portanto, uma farmácia básica é essencial. Eu conversei com o pediatra e pedi para ele receitar um kit básico para:

  • Dor ;
  • febre;
  • vômito;
  • diarreia.

Obs: Perguntei da possível dor de ouvido que ele poderia sentir no avião, ele me disse que não iria receitar nenhum remédio para isso, porque o indicado é apenas dar de mamar antes de decolar e aterrisar.

Na nossa farmácia deve ter também:

  • Termômetro;
  • curativos;
  • antisséptico;
  • pó para soro.

Se você precisar levar medicamentos que necessitam de refrigeração, peça auxílio a um comissário de bordo para guardá-los em alguma geladeira do avião. Lembre-se de pedir de volta antes do pouso. Leve um antitérmico na mala de mão para emergências.

Dica: Nunca deixe de fazer um seguro de saúde antes de viajar. No caso de uma emergência, ele vai facilitar muito sua vida. Se você não usar, significa que não teve problemas! Isso que importa…Saúde em primeiro lugar SEMPRE.