Como retirar e armazenar leite materno

Padrão

Olá mamães…
Como já relatei por aqui, eu estou tendo muito leite e como isso é bom. Contudo, os seios muitas vezes ficam bem inchados e doloridos então, eu comprei a bomba elétrica Matern Milk. Ela foi bem carinha, cerca de duzentos e poucos reais mas valeu cada centavo. O leite sai com a maior facilidade!! A experiência que eu tive com a bomba manual, da Lillo, não foi boa. Além de ser algo cansativo achei bem dolorido.

A bomba elétrica é um adianto minha gente, ainda mais para quem não quer abrir mão de amamentar, por um bom tempo seja, depois que a licença-maternidade chega ao fim, e as mães precisam voltar ao trabalho ou em qualquer ausência da mãe.A solução é retirar e armazenar o leite materno, que poderá ser dado à criança ao longo do dia, por qualquer pessoa.

Aqui em casa, eu faço da seguinte forma… de noite, eu tiro o leite com a bombinha e deixo na geladeira. Quando eu e meu marido vamos dormir, eu aqueço cerca de 120ml e dou para o Joaquim. Desta forma, ele dorme uma quantidade maior de horas porque está com o estômago cheio. O Joaquim por exemplo, ao mamar à meia noite, eliminou a mamada das 2 ou 3 da manhã e passou a dormir por aproximadamente 5 horas direto.

Uma outra função da bomba elétrica é para quem pretende aumentar a produção de leite. Existem dois métodos:

– Fazer um bombeamento 1 hora depois de cada mamada. Mesmo que você consiga poucos ml de leite, coloque essa quantidade adicional na mamadeira ou copinho e use-a para complementar a próxima mamada. Faça isso por três dias e você verá que seu corpo estará produzindo a quantia extra de que o bebê precisa.

– A cada mamada, o bebê deve esvaziar um seio e então começar o outro. Quando ele esvazia o segundo seio, volte para o primeiro. Embora ele pareça vazio para você, o corpo sempre produz leite em resposta à sucção. Deixe-o sugar por alguns minutos no primeiro seio e mais alguns no segundo. As mamadas demoram mais com esse método, mas isso também induz o corpo a aumentar a produção de leite.

O importante é que a retirada do leite, sendo ela feita manualmente ou utilizando a bombinha específica, deve sempre ser feita com muito cuidado na esterilização e lavagem das mãos e também na pressão da bomba que, em mamas cheias, pode machucar o bico.

Além disso, o recomendado é que a retirada seja feita assim que o bebê terminar de mamar, quando os hormônios já foram estimulados. Em geral, inicialmente é comum obter volumes pequenos e algumas mulheres necessitam repetir o procedimento mais de uma vez para obter sucesso na retirada. Mas lembre-se que o volume de leite é variável, e isso não significa que a mulher não é capaz de produzir leite suficiente”, afirma.

Armazenamento do leite materno

A retirada pode ser feita a cada três horas, após o bebê mamar ou em intervalos maiores, dependendo da indicação e rotina da mãe. O leite deve ser armazenado na geladeira por no máximo 12 horas ou no freezer, por até 15 dias. O consumo deve ser feito com o leite aquecido até atingir temperatura ambiente ou descongelado no microondas. Vale lembrar que, uma vez que o leite armazenado é aquecido para ser oferecido, a sobra deve ser descartada. E mesmo se alimentando durante o dia com o leite retirado, o bebê pode continuar mamando no peito.

Anúncios

Sobre Mães de Plantão

Sou jornalista de formação, blogueira por paixão, esposa e full time mom de uma belíssima dupla: Henrique e Joaquim; uma mamãe ocupada por opção e de coração! Mães de Plantão é um blog com conteúdo voltado especialmente para mães, gestantes ou ainda, apenas simpatizantes desse grande projeto de vida chamado “ter filhos”. Logo que me tornei mãe, surgiu a vontade de compartilhar dicas e informações que fossem úteis para outras mães, com opiniões colocadas de uma forma bem direta, leve, descontraída e acima de tudo, honesta. Todo o conteúdo é criado e selecionado com muito carinho antes de ser publicado porque sei o quanto ficamos felizes e aliviadas quando encontramos alguém para dividir os mesmos dilemas deste, imenso,universo infantil.. Este blog serve para ajudar as mães de primeira viagem que assim como eu, sonharam por este momento único em suas vidas e querem dar o melhor de sí para este novo ser, que de alguma forma nos torna uma pessoa melhor a cada dia. Tornam sim, não por mágica. Tornam-nos melhores porque se não queremos que gritem não podemos gritar. Porque se não queremos que mintam não podemos mentir. Porque temos de cumprir o que prometemos se queremos que o façam algum dia. Aprendemos depressa que se queremos que não façam não podemos fazer. Sim, os filhos têm esse dom. O dom de nos obrigarem a pensar no que fazemos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s