Teste da orelhinha

Padrão

teste_da_orelhinha

Olá mamães,

vocês não imaginam a alegria que estou sentindo ao escrever este post.

No segundo dia de vida do Joaquim foi realizado, na própria maternidade, o teste da orelhinha que consiste na colocação de um fone acoplado a um  computador na orelha do bebê que emite sons de fraca intensidade e  recolhe as respostas que a orelha interna do bebê produz. O exame é fácil, rápido e sem dor.

O problema é que deu tudo certo com a orelha direita dele enquanto que na esquerda ele não passou, ou melhor:  não respondeu a todos os estímulos. Confesso, que não tive nenhuma reação. Não perguntei absolutamente nada para a médica que fez o procedimento. Ela me disse, que ele teria que refazer o teste depois de 15 dias e ponto final.Quando ela foi embora, fiquei desesperada!! Fui até a pediatra da maternidade e perguntei o provável motivo, que meu filho não tinha passado no teste e ela me acalmou dizendo que era super normal, dar falha. Que ela mesma nem concordava, com o fato do teste ser feito no bebê com poucos dias de vida já que é muito comum ter restos do parto, no ouvindo do bebê. Mesmo assim, continuei preocupada!! Coisa de mãe né?? ainda mais, porque quando o Henrique fez o teste, deu tudo certo de primeira. Mas, como dizem e é a pura verdade: um filho é sempre diferente do outro.

Em casa continuei preocupada: pesquisei na internet, perguntei para algumas mães em fóruns no facebook, fiz promessa etc. Quando levei o Joaquim no pediatra, com 7 dias de vida, falei com ele da minha preocupação e ele disse a mesma coisa que a pediatra da maternidade tinha me dito então resolvi relaxar…pelo menos tentei.

Pois bem…fizemos o teste hoje e deu tudo certo, graças a Deus. A fono constatou que era, realmente, resto de placenta no canal auditivo e que agora, estava limpinho. Uffa!!! Ela me perguntou se no dia que foi feito, pela primeira vez, o teste no Joaquim este estava dormindo. Eu respondi que não. Pelo contrário, ele estava chorando, se movimentando e bem agitado. Ela me falou, que o ideal é que o bebê esteja dormindo, em sono natural, para que o teste seja realizado de forma eficiente. (Fica a dica para as mamães ) Lembro que a médica que fez o teste, na maternidade,não falou nada sobre isso. Pelo contrário, foi super rápida e na primeira falha, apenas escreveu no papel que eu tinha que refazer o teste. Impossível a gente não ficar angustiada, com medo do nosso filho ter algum problema de surdez.

O fato é que o teste é importante, porque o grande problema é  que a maioria dos diagnósticos de perda auditiva em crianças  acontece muito tardiamente, com três ou quatro anos,quando o  prejuízo no desenvolvimento emocional, cognitivo, social e de linguagem da criança está seriamente comprometido.

Mas fique calma, caso tenha dado uma falha no teste!! Os chamados bebês de  risco para a surdez são os casos em que já existe um histórico de  surdez na família, intervenção em UTI por mais de 48 horas, infecção congênita (rubéola,sífilis, toxoplasmose, citomegalovirus e  herpes), anormalidades craniofaciais (má formação de pavilhão  auricular, fissura lábio palatina), fez uso de medicamentos impróprios na gestação etc.

Em bebês normais, a surdez varia de 1 a 3 crianças em cada 1.000 nascimentos, já em bebês de  UTI Neonatal, varia de 2 a 6 em cada 1.000 recém-nascidos. A avaliação Auditiva Neonatal limitada aos bebês de risco é capaz de identificar apenas 50% dos bebês com perda auditiva.

A deficiência  auditiva é a doença mais frequente encontrada     no período neonatal  quando comparada a outras patologias. Só como     exemplo, o Teste do  Pezinho aponta uma criança em cada 10 mil nascimentos, muito menos  que o da Orelhinha.

Portanto, o Teste da Orelhinha é algo  fundamental ao bebê, já que os problemas auditivos afetam a  qualidade de vida da criança, interferindo  no processo da fala,  entre muitas outras coisas.

É como uma bola de neve: a criança  cresce e tem dificuldade em ouvir ou se expressar e, com isso, sente mais dificuldade em se socializar.     Isolada por não ter fácil acesso ao grupo de amiguinhos, ela pode apresentar depressão. E por aí  vai.

Para que isso não aconteça, procure o pediatra, um médico otorrinolaringologista ou uma fonoaudióloga quando houver alguma  suspeita     de perda auditiva no seu filho.

O teste é obrigatório por lei desde o dia 2 de agosto de 2010. O exame é obrigatório e gratuito.

 

Anúncios

Sobre Mães de Plantão

Sou jornalista de formação, blogueira por paixão, esposa e full time mom de uma belíssima dupla: Henrique e Joaquim; uma mamãe ocupada por opção e de coração! Mães de Plantão é um blog com conteúdo voltado especialmente para mães, gestantes ou ainda, apenas simpatizantes desse grande projeto de vida chamado “ter filhos”. Logo que me tornei mãe, surgiu a vontade de compartilhar dicas e informações que fossem úteis para outras mães, com opiniões colocadas de uma forma bem direta, leve, descontraída e acima de tudo, honesta. Todo o conteúdo é criado e selecionado com muito carinho antes de ser publicado porque sei o quanto ficamos felizes e aliviadas quando encontramos alguém para dividir os mesmos dilemas deste, imenso,universo infantil.. Este blog serve para ajudar as mães de primeira viagem que assim como eu, sonharam por este momento único em suas vidas e querem dar o melhor de sí para este novo ser, que de alguma forma nos torna uma pessoa melhor a cada dia. Tornam sim, não por mágica. Tornam-nos melhores porque se não queremos que gritem não podemos gritar. Porque se não queremos que mintam não podemos mentir. Porque temos de cumprir o que prometemos se queremos que o façam algum dia. Aprendemos depressa que se queremos que não façam não podemos fazer. Sim, os filhos têm esse dom. O dom de nos obrigarem a pensar no que fazemos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s