Livro: Crianças francesas não fazem manha – Os segredos parisienses para educar os filhos.

Padrão

livro francesas

Há tempos venho querendo ler este livro porém,não encontrava em nenhuma livraria. Por sorte, no domingo, o encontrei disponível na Logos.

O devorei em poucos dias. Muitas dicas preciosas!!! Fiquei feliz de ver, que por intuição, segui e continuo seguindo o caminho certo (pelo menos,eu acho).

Feliz por estimular uma alimentação saudável;ter ensinado o Henrique a brincar sozinho; ensiná-lo a me mostrar o que quer;  não atender, imediatamente, a qualquer chamado ou pedido dele etc.

Pamela Druckerman, escritora americana, mudou-se para Paris logo após se casar. Chegando lá, ela começou a observar a dinâmica das famílias locais e percebeu que as crianças francesas eram as mais comportadas que ela já havia visto. Essa constatação, despertou seu interesse por buscar mais informações que explicassem esse “milagre”.

Uma das coisas que ela percebeu na sua “investigação” sobre o tema é que os pais franceses pareciam ter encontrado o equilíbrio perfeito entre ouvir os filhos e deixar claro que são os adultos que mandam. Além disso, ela notou que, dentro de um limite conhecido como cadre, as crianças têm total liberdade e autonomia, mas fora dele, quem exerce autoridade são os pais.Pamela também observou que os franceses conseguem balancear admiravelmente suas necessidades e as das crianças, não se acorrentam a um falso conceito de pais perfeitos e, ainda assim, são atentos, carinhosos e criam filhos educados e felizes.

O resultado dessa investigação e experiência vivida na prática (Pâmela tornou-se mãe em Paris) é um relato inteligente, bem-humorado e ao mesmo tempo bem-fundamentado, dos segredos dos franceses para ter filhos criativos e educados.

Anúncios

Sobre Mães de Plantão

Sou jornalista de formação, blogueira por paixão, esposa e full time mom de uma belíssima dupla: Henrique e Joaquim; uma mamãe ocupada por opção e de coração! Mães de Plantão é um blog com conteúdo voltado especialmente para mães, gestantes ou ainda, apenas simpatizantes desse grande projeto de vida chamado “ter filhos”. Logo que me tornei mãe, surgiu a vontade de compartilhar dicas e informações que fossem úteis para outras mães, com opiniões colocadas de uma forma bem direta, leve, descontraída e acima de tudo, honesta. Todo o conteúdo é criado e selecionado com muito carinho antes de ser publicado porque sei o quanto ficamos felizes e aliviadas quando encontramos alguém para dividir os mesmos dilemas deste, imenso,universo infantil.. Este blog serve para ajudar as mães de primeira viagem que assim como eu, sonharam por este momento único em suas vidas e querem dar o melhor de sí para este novo ser, que de alguma forma nos torna uma pessoa melhor a cada dia. Tornam sim, não por mágica. Tornam-nos melhores porque se não queremos que gritem não podemos gritar. Porque se não queremos que mintam não podemos mentir. Porque temos de cumprir o que prometemos se queremos que o façam algum dia. Aprendemos depressa que se queremos que não façam não podemos fazer. Sim, os filhos têm esse dom. O dom de nos obrigarem a pensar no que fazemos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s