As 10 coisas que não se deve dizer a uma grávida!

Padrão

Olá, meninas!

No post de hoje vou falar sobre algumas coisas que NÃO se deve dizer a uma mulher grávida!

Quando uma mulher está grávida, ao mesmo tempo que ela está muuuito feliz, ela também está insegura por causa dessa situação desconhecida, mesmo sendo de primeira, segunda ou terceira viagem… Fora isso, um turbilhão de hormônios estão completamente ativos dentro do seu corpo! Parece que tudo se potencializa!! Uma simples propaganda faz a gente chorar de soluçar ou uma irritação qualquer, faz a gente descer do salto, ficar mil vezes mais nervosa do que ficaria normalmente!

Pensando em facilitar a vida das grávidas, listei as 10 principais coisas que não se deve dizer para uma mulher grávida (sim, existem diversas outras, claro!). Na maioria das vezes as pessoas estão agindo de boa fé, mas uma grávida pode interpretar de outras maneiras…

1) “Agora você está com cara de mãe!”

Isso quer dizer o quê? Ter a cara cansada, inchada, com olheiras, bochechas rosadas e papo?

O ideal é elogiar o que a mulher grávida tem de bom, como por exemplo: “Você está com um brilho nos olhos! Está mais bonita” 🙂

2) “Você está inchada!”ou “Você ainda não inchou?”

Nenhuma das duas coisas é aceitável!!! Não sei que tipo de resposta essa pessoa merece…

3) “Você já está com quanto? Seis meses?”

Nunca, jamais, chute o tempo de gestação!! Se a mulher estiver no início, vai ficar arrasada achando que está obesa! E, se ela estiver no final, vai ficar preocupada que seu bebê é pequeno e daí entram mil paranóias…

4) “Nossa!!!! Nunca vi uma barriga tão grande!!”

Toda grávida quer estar magra e só com a barriga, portanto essa frase interpretada por uma gestante seria: “Nossa!!! Como você está gorda e imensa!! Nunca vi nada igual!!! Realmente você está deformada!!”. Sim, nós, quando estamos grávidas, mudamos o sentido das frases…

5) “Quanto você já engordou?”

Essa frase não precisa de maiores explicações…

6) “Você pode comer/beber isso?” (com ar de reprovação)

Essa pergunta é realmente chata!! A grávida sabe exatamente o que ela pode ou não comer e beber!! Fale isso somente se a gestante estiver comendo coisas absurdas (sabão, cimento, papel etc.) ou bebendo algo que realmente chame a atenção (detergente, tinta, pinga etc).

7) “A gravidez foi planejada?”

Que tipo de informação essa pessoa quer tirar da grávida? Se ela está decepcionada ao invés de estar feliz?

8) “Posso pegar na sua barriga?”

Se a pessoa que perguntou for desconhecida então… Ela é realmente incoveniente ao extremo!

9) “Aproveite pra dormir bastante agora, porque depois…”

Essas previsões sobre o futuro da nova mãe não ajudam em absolutamente nada!! Mesmo porque, cada bebê é um! E, caso a grávida estiver no final da gestação, ela já não estará dormindo nem um pouco bem!

10) “Tem uma pessoa que eu conheço que perdeu o filho no parto…”(ou qualquer outra história triste)

Gente!?! O que essa pessoa quer com isso??? Não tem alguma coisa boa para acrescentar, melhor não dizer nada!!

Fonte: Revista Época

Anúncios

Sobre Mães de Plantão

Sou jornalista de formação, blogueira por paixão, esposa e full time mom de uma belíssima dupla: Henrique e Joaquim; uma mamãe ocupada por opção e de coração! Mães de Plantão é um blog com conteúdo voltado especialmente para mães, gestantes ou ainda, apenas simpatizantes desse grande projeto de vida chamado “ter filhos”. Logo que me tornei mãe, surgiu a vontade de compartilhar dicas e informações que fossem úteis para outras mães, com opiniões colocadas de uma forma bem direta, leve, descontraída e acima de tudo, honesta. Todo o conteúdo é criado e selecionado com muito carinho antes de ser publicado porque sei o quanto ficamos felizes e aliviadas quando encontramos alguém para dividir os mesmos dilemas deste, imenso,universo infantil.. Este blog serve para ajudar as mães de primeira viagem que assim como eu, sonharam por este momento único em suas vidas e querem dar o melhor de sí para este novo ser, que de alguma forma nos torna uma pessoa melhor a cada dia. Tornam sim, não por mágica. Tornam-nos melhores porque se não queremos que gritem não podemos gritar. Porque se não queremos que mintam não podemos mentir. Porque temos de cumprir o que prometemos se queremos que o façam algum dia. Aprendemos depressa que se queremos que não façam não podemos fazer. Sim, os filhos têm esse dom. O dom de nos obrigarem a pensar no que fazemos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s