Unidos pelos filhos

Padrão

Um levantamento recente feito nos Estados Unidos demonstrou que o número de casais que apenas moram juntos e decidem ter filhos aumentou três vezes em relação ao registrado em 1985. Ainda que no Brasil se observe uma tendência um pouco diferente, com o número de casamentos tendo crescido 35% em dez anos(dados IBGE,2009), muita gente já teve dúvidas se estar casado no papel ou ter registro de união estável tem alguma influência direta na vida dos filhos. A resposta é não. Legalmente, os filhos não se beneficiam nem se prejudicam em nada, independentemente, da escolha feita pelos pais. ” As diferenças são apenas para o parceiro: a única coisa que envolve os filhos é que, quando casada oficialmente, uma mulher pode ir sozinha ao cartório e registrar a criança com o nome do marido como sendo o pai, na chamada paternidade presumida. Com a união estável, isso não é possível, pois isso não existia na década de 1970, quando a lei foi feita”, explica a advogada Maria Berenice Dias, vice-presidente do Instituto Brasileiro de Direito de Família (IBDFAM).

Anúncios

Sobre Mães de Plantão

Sou jornalista de formação, blogueira por paixão, esposa e full time mom de uma belíssima dupla: Henrique e Joaquim; uma mamãe ocupada por opção e de coração! Mães de Plantão é um blog com conteúdo voltado especialmente para mães, gestantes ou ainda, apenas simpatizantes desse grande projeto de vida chamado “ter filhos”. Logo que me tornei mãe, surgiu a vontade de compartilhar dicas e informações que fossem úteis para outras mães, com opiniões colocadas de uma forma bem direta, leve, descontraída e acima de tudo, honesta. Todo o conteúdo é criado e selecionado com muito carinho antes de ser publicado porque sei o quanto ficamos felizes e aliviadas quando encontramos alguém para dividir os mesmos dilemas deste, imenso,universo infantil.. Este blog serve para ajudar as mães de primeira viagem que assim como eu, sonharam por este momento único em suas vidas e querem dar o melhor de sí para este novo ser, que de alguma forma nos torna uma pessoa melhor a cada dia. Tornam sim, não por mágica. Tornam-nos melhores porque se não queremos que gritem não podemos gritar. Porque se não queremos que mintam não podemos mentir. Porque temos de cumprir o que prometemos se queremos que o façam algum dia. Aprendemos depressa que se queremos que não façam não podemos fazer. Sim, os filhos têm esse dom. O dom de nos obrigarem a pensar no que fazemos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s