Fases da gravidez

Fases da gravidez

Image

1° mês

No primeiro mês, a gestante percebe que está grávida. Os principais sintomas são muitos parecidos com os da TPM, só que mais intensos. Isso se dá pela produção do hormônio da gravidez, o beta HCG. Os sintomas mais comuns são a interrupção da menstruação, desconforto abdominal, dor e sensibilidade nas mamas e mudanças emocionais.

2º mês

O sistema neurológico se altera por conta da produção hormonal, e o resultado é um estado de constante sonolência, letargia, diminuição dos reflexos e até insônia, que podem durar até o fim da gestação. A gestante pode inclusive alternar estados de insônia e de sonolência. As mamas tendem a ficar doloridas, inchadas e com uma rede de veiais mais evidente. A vontade de fazer xixi é constante, graças ao útero que está aumentando de tamanho e pressionando a bexiga. Aqui também começa os desagradáveis enjoos, náuseas e vômitos.

3° mês

A gestante pode apresentar alguns sintomas de taquicardia,pois o volume de sangue circulante aumenta para que o organismo consiga suprir as necessidades de sangue do útero e do feto. As mulheres que sofrem de enxaqueca ficam com crises constantes a partir desse mês. A pressão arterial tende a ficar mais baixa por conta do aumento do volume sanguíneo e alterações cardíacas, podendo ficar a gravidez toda com esse sintoma ou só até o terceiro mês.

4º mês

É comum a pele escurecer, principalmente na região genital, do mamilo e no rosto,por conta do aumento de produção de melanina desde o começo da gravidez. As manchas escuras na face são bastante comuns. A melhor forma de preveni-las é com o uso diário de filtro solar. A partir desse mês as náuseas e vômitos ficam menos frequentes. As mamas estão maiores e a dor nelas diminui. Nesse mês, a enxaqueca, a letargia e a vontade de ir ao banheiro continuam! O desejo sexual pode se acentuar, porque a mulher fica mais confortável com as novas formas.

5º mês

A pele ganha uma pequena penugem e os pelos no geral crescem mais rápido. Algumas mães reclamam que a pele fica mais oleosa nesse período, causando inclusive o aparecimento de acne. O cabelo também pode ficar mais oleoso. É nesse período também que começam as alterações posturais da gestante, resultando em dores na lombar. A mulher também pode começar a sentir desconfortos gastrointestinais, principalmente azia, que pode ser bastante recorrente.

6° mês

Esse é um mês mais tranquilo para a gestante. Como a barriga fica mais evidente, a gestante pode ter tendência a varizes por causa da sobrecarga nas pernas. Por isso é importante consultar o médico e usar meia elástica. Nesse mês, devem ser redobrados os cuidados com a pele para prevenir estrias. Abuse de hidratantes para evitar o ressecamento.

7° mês

Aqui podem começar as complicações da gestação. A gestante deve fazer uma nova bateria de exames, inclusive de diabetes e pressão alta. É importante também ficar atenta com possíveis inchaços. Se ele ocorrer, avise seu médico, pois pode ser um sinal de pressão alta. Os reflexos ficam mais lentos, por isso a mamãe deve evitar atividades como dirigir. Pelo fato de a barriga já estar muito grande, é comum sentir falta de ar, principalmente, quando deita de barriga para cima. O ideal é procurar uma posição em que fique confortável na hora de relaxar ou dormir.

8° mês

O eixo do corpo da mãe está alterado por conta do tamanho da barriga,podendo causar dores na região da lombar. A gestante também sente dores nas costas, pernas e pés por conta do peso que está carregando. Aqui o útero já está bem volumoso, podendo pressionar as veias da perna, o que gera retenção de líquidos. O inchaço fica mais evidente. A ansiedade para o parto ganha espaço- ou seja, os nervos estão à flor da pele! A partir desse mês podem começar contrações preparatórias, chamadas de contrações de Braxton, que não causam dor.

9° mês

O corpo começa a se preparar para o trabalho de parto e a mulher pode inclusive começar a sentir a cabeça do bebê pressionando a bexiga. Novamente, aumenta a vontade de fazer xixi o tempo todo. No fim da gestação podem surgir hemorróidas,mas só se já houver uma pré-disposição. A mãe também sente uma pressão no quadril, pois a pélvis já está se preparando para o parto. A barriga vai descer um pouquinho e as contrações ficarão mais evidentes. A gestante deve ficar em repouso, visitar o médico toda semana e avisar sobre qualquer sintoma diferente. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s