Os medos e suas fases

Padrão

Image

Você sabe a diferença entre medo e fobia? O medo é uma emoção natural do ser humano, um aliado à sobrevivência. Fobia é um medo excessivo, desmedido,que surge na presença ou previsão de encontro com o objeto que causa a ansiedade.Um jeito de saber se está passando da conta é quando há sofrimento na criança e se a vida familiar fica limitada por causa do medo; se estiver, aí é hora de buscar ajuda.

O medo está ligado a etapas específicas do desenvolvimento, e o modo e a intensidade varia de criança para criança- têm relação com a personalidade dela, a dos pais, entre outros fatores. Com o crescimento e a maturação cognitiva e emocional, a criança vai encontrando estratégias eficazes para lidar com os medos, e sua ajuda é fundamental, claro.

  • No início, o que mais os assusta são barulhos ou luzes muito fortes.
  • A partir dos 2 anos, é frequente a criança começar a temer ser abandonada pelos pais e qualquer separação pode representar isso. Também nessa fase se verifica um aumento do medo dos animai, que costuma perdurar até por volta dos 4 anos.
  • Perto dos 3 anos, a imaginação assume um papel preponderante e aí chegam o medo do escuro, dos monstros,dos fantasmas, dos ladrões,entre outros. Aumenta na hora de dormir, momento em que a criança se sente “desprotegida”.
  • Aos 6 anos, ela atinge uma fase de desenvolvimento que lhe permite encarar a morte como algo irreversível, perdendo o seu lado fantasioso e assumindo uma vertente mais concreta, daí o medo que os pais morram. Ele começa também a dar atenção para outros pontos, principalmente na escola,onde podem surgir receios ligados a essa nova etapa da vida e o medo de se expor.

Como agir na hora da crise:

Em primeiro lugar, acolher a criança acima de tudo. As mudanças devem ser incentivadas e não cobradas. Para os bebês, a companhia de pessoas que lhe dão segurança diante de uma situação nova já é o primeiro passo. O ideal é fazer uma aproximação progressiva, conversando com a criança e ajudando-a a interpretar e lidar mais racionalmente com a situação, sempre dependendo do grau de maturidade dela. Se ela tem medo de escuro, é possível fazer essa aproximação deixando uma luz acesa e, depois, ir diminuindo a intensidade. Valem ainda palavras, experiências dos pais, explicações e recursos narrativos, como desenhos e pinturas são uma maneira de a criança expor o que sente. E, claro: é válido, sim, truques como borrifador de espanta-fantasmas.

Anúncios

Sobre Mães de Plantão

Sou jornalista de formação, blogueira por paixão, esposa e full time mom de uma belíssima dupla: Henrique e Joaquim; uma mamãe ocupada por opção e de coração! Mães de Plantão é um blog com conteúdo voltado especialmente para mães, gestantes ou ainda, apenas simpatizantes desse grande projeto de vida chamado “ter filhos”. Logo que me tornei mãe, surgiu a vontade de compartilhar dicas e informações que fossem úteis para outras mães, com opiniões colocadas de uma forma bem direta, leve, descontraída e acima de tudo, honesta. Todo o conteúdo é criado e selecionado com muito carinho antes de ser publicado porque sei o quanto ficamos felizes e aliviadas quando encontramos alguém para dividir os mesmos dilemas deste, imenso,universo infantil.. Este blog serve para ajudar as mães de primeira viagem que assim como eu, sonharam por este momento único em suas vidas e querem dar o melhor de sí para este novo ser, que de alguma forma nos torna uma pessoa melhor a cada dia. Tornam sim, não por mágica. Tornam-nos melhores porque se não queremos que gritem não podemos gritar. Porque se não queremos que mintam não podemos mentir. Porque temos de cumprir o que prometemos se queremos que o façam algum dia. Aprendemos depressa que se queremos que não façam não podemos fazer. Sim, os filhos têm esse dom. O dom de nos obrigarem a pensar no que fazemos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s